Resenha #22 - Enfeitiçadas, Jessica Spotswood


Há séculos eu estava com vontade de ler esse livro e finalmente consegui -férias, como são boas. Em Enfeitiçadas, a jovem bruxa Cate faz de todo o possível para impedir que a Fraternidade descubra sobre seus poderes e de suas duas irmãs mais novas, Maura e Tess. Os Irmãos são os representante da lei, são os que caçam as bruxas e fazem com que todas as mulheres se mantenham submissas às suas ordens, com o pretexto de que essa é a vontade do Senhor.

O período é o fim do século XIX, depois do reinado das bruxas e próximo ao  do cumprimento de certa profecia, que diz que três irmãs bruxas chegarão a idade adulta e uma delas será a mais poderosa a nascer em vários séculos e poderá trazer de volta o período do Terror ou devolver o poder às mulheres como ela. É o conhecimento que têm dessa profecia, feita pelo oráculo antes de sua destruição, o verdadeiro motivo de os Irmãos caçarem tantas jovens inocentes.

Porém, Cate não tem que se preocupar apenas em manter sua família escondida. Ela precisa cumprir a promessa que fez à mãe antes de sua morte, de que ajudaria e protegeria suas irmãs, tem que cuidar da casa e de uma nova governanta enxerida, que parece querer decidir a vida das três e em quem Cate não confia de forma alguma. E ela acaba percebendo que pessoas que deveriam protegê-la podem ser seu verdadeiro inimigo.

A convivência entre as irmãs tem suas conturbações, há brigas, desentendimentos e coisas afins, mas elas se amam e querem o melhor uma para a outra, mesmo que não saibam exatamente o que isso seria. Uma delas me deixou bastante irritada ao longo da leitura, mas até mesmo nesses casos é possível compreender os motivos que a levam a agir da forma como age. O fato de o pai delas  não ser mais o mesmo depois da morte da  mãe das meninas também contribui para que elas se mantenham a cada vez mais unidas.

O enredo é daqueles que te mantém tão presa à história que você só consegue parar de ler para poder comer, antes que passe mal. Eu o li depois de ter lido várias histórias mais leves e percebi que estava sentindo falta de ficar fervorosamente torcendo pelos personagens, para que tudo desse certo e eles finalmente pudessem ser felizes e enfrentar o mundo juntos. E não são apenas os personagens principais que nos prendem, os outros também nos chamam a torcer por eles. Eu fiquei quicando na cadeira e fazendo pedidos para que as coisas dessem certo. E o final te faz querer abrir imediatamente o volume dois, porque de forma alguma você vai querer passar mais algum segundo sem saber o que acontece depois.



Comentários

  1. Olá Fernanda, já estou interessada na série faz um tempo, mas nunca havia lido uma resenha sobre, então agora que li não posso esperar pra poder comprar e ler! A capa é lindíssima, e a história parece uma daquelas que vai me prender do começo ao fim.
    Beijos, seguindo o blog (:

    http://veiasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karoline. Tenho certeza de que você vai amar a história, é realmente encantadora. Beijos :)

      Excluir

Postar um comentário

Comente! Vou amar saber o que você achou do post ou do blog, e sugestões para melhorias também são bem-vindas!

Postagens mais visitadas