Resenha #66 - Álbum de Casamento, Nora Roberts


Oi, gente! Comecei a ler essa série que é puro amor e resolvi trazer para vocês como foi minha experiência com o primeiro livro, Álbum de Casamento. A história da série em si gira em torno de quatro melhores amigas que gerem um negócio especializado em casamentos. Uma é a fotógrafa (a personagem principal desse primeiro volume), outra é a responsável pelas refeições, outra faz a decoração completa do ambiente e outra administra tudo com uma habilidade incrível. Cada uma delas é protagonista de um dos livros.

Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.

A protagonista, Mackenzie, é uma mulher forte, decidida, e uma profissional talentosíssima. Os momentos que ela consegue capturar através das lentes de sua câmera se transformam em fotos incríveis, sendo esse um dos pilares por trás do grande sucesso da empresa montada pelas quatro amigas. Mas Mac tem um ponto fraco, uma ferida aberta desde a infância e que não consegue cicatrizar, graças à constante presença da mãe manipuladora.

Linda, a mãe, foi criada para achar que era o centro das atenções, e é dessa forma que ela se vê no mundo até hoje. A mãe de Mac possui a maturidade de uma adolescente, que de tempos em tempos subitamente tem certeza que está apaixonada. Essa atitude já a levou a inúmeros relacionamentos e a três fracassados casamentos (incluindo o com o pai de Mac). Ela praticamente extorque a filha, pedindo dinheiro, carro emprestado e além. A pior parte é que ela vive em um mundo tão profundo dentro da própria cabeça que acha que essa situação e o modo como vive a vida, indo atrás de homens ricos acreditando piamente que está atrás de seu grande amor, é algo perfeitamente normal. Eu particularmente penso que ela sofre com algum tipo de transtorno.

Por conta de toda a situação com a mãe e por ter sido praticamente abandonada pelo pai, Mac não acredita que haverá alguém na vida dela que ficará por perto um tempo tão longo a ponto de poder se deixar apaixonar de verdade. A única exceção a essa regra é a amizade de uma vida inteira com as três amigas. Então, quando Carter surge em sua vida, ela acaba tendo que passar por um turbilhão de emoções para as quais não estava preparada e que nunca imaginou sentir.

Carter é um professor universitário que se decidiu por voltar para a cidade onde cresceu e dar aulas na mesma escola em que estudou anos antes, onde Mac também estudou por um certo período. Ele é tão bom no que faz e tão apaixonado pela profissão, por educar e ter a chance de mudar mesmo um pouquinho que seja a vida e a percepção de seus alunos, que Mac fica ainda mais cativada por ele. Ela captura momentos e pessoas, enquanto ele é capaz de literalmente mudar a vida delas.

Além do relacionamento entre Mac e Carter, o livro nos mostra também a relação entre as quatro amigas, que se apoiam sempre, mesmo não sendo perfeitas. Elas brigam, têm discussões, mas não deixam que isso atrapalhe essa coisa tão especial que elas cultivam a tantos anos. É bem bonito ver como uma está sempre ali para a outra. Claro que nesse livro vemos mais as três amigas apoiando Mac, já que é ela quem está passando por sérias mudanças na vida, mas imagino que nos outros volumes tenhamos a chance de ver as outras amigas recebendo o apoio das companheiras.

Acho que consegui mostrar que o livro é mais do que uma história de amor entre um homem e uma mulher. É sobre a superação de traumas, sobre a força que as amizades podem ter, sobre mudanças, aceitação. Vemos uma personagem que poderia ser qualquer um de nós, e parecidas com a qual certamente há muitas por aí. Mulheres que precisam lidar com toda uma bagagem de infância totalmente opostas a um mar de rosas para poder seguir em frente e ter a coragem de tentar ser feliz e estar com a pessoa que ama.

Alguém já tinha lido a obra? O que acharam?

Beijos!

Comentários

  1. Olá!
    Eu sou louca pra ler os livros, todo mundo fala que é perfeito, mas o preço do box deles nunca abaixam <3
    http://saboreandoasestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Hey!

    Acabei de falar sobre Mar de Rosas, veja quanto eu tô atrasada, hahaha!

    Mulher, eu sou meio suspeita pra falar, pois adorei essa série. Toda essa coisa de casamento, festas, romances, fotografias... Me encantou! :)

    Beijos,

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Midi! Essa série também me encantou, não teve jeito! Hahaha
      Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Comente! Vou amar saber o que você achou do post ou do blog, e sugestões para melhorias também são bem-vindas!

Postagens mais visitadas