Flash de Opinião #1 - Trilogia Grisha, Leigh Bardugo


O "Flash de Opinião" vai ser um novo marcador aqui do blog, com o qual resolvi trabalhar por não conseguir dar conta de fazer todas as resenhas que eu gostaria. Como vários dos livros que leio e não consigo trazer aqui para vocês costumam ser bem bacanas decidi que é melhor eu ao menos mostrar brevemente o que eu penso sobre eles do que deixar de compartilhá-los com vocês só porque estou sem tempo ou inspiração para fazer uma resenha completa. 

O nome veio justamente do fato de ser uma opinião breve, um flash. Usarei o marcador tanto para livros únicos quanto para séries. Espero conseguir fazer esses Flashes sobre alguns livros que já li há certo tempo e sobre os quais venho querendo falar por aqui, como é o caso da Trilogia Grisha, mas não serão apenas eles figurando o novo marcador. Estou torcendo para que vocês gostem!

Agora, falemos sobre Grisha. Se não me engano li a trilogia nas férias de verão e acabei não fazendo resenhas por conta do rítmo em que eu estava lendo - um livro atrás do outro e sem parar pra respirar, praticamente. Mas, finalmente, aqui estou eu para falar dessa série. Vejam primeiramente a sinopse do primeiro volume, Sombra e Ossos.

Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter.
A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras.
Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.

Alina e Maly vivem juntos desde crianças e têm uma cumplicidade que só grandes amizades parecem alcançar. Apesar disso, o menino é bastante cego quanto aos sentimentos que a amiga nutre por ele - são tão fortes que fez com que o poder que se escondia dentro dela chegasse à superfície, dando início à relação mais estreita de Alina com os grishas.

Os grishas são divididos em três grupos, de acordo com as habilidades de cada um. O mais poderoso deles é o Darkling, que parece querer uma relação bem próxima com Alina, mas os motivos por trás dessa vontade são tão obscuros quanto as vestes do bruxo, que é da cor preto sólido.

Eu me apaixonei por essa série. Pela Alina e pelo Maly, pelas relações - e a complexidade delas - existentes entre os dois, entre Alina e o Darkling, entre ela e os outros Grishas. Alina é forte, mesmo que insegura, e a nova vida que ela experimenta contribui para que mudanças ocorram, sejam boas ou más. Aliás, a saga inteira é um caminho de mudanças, aprendizado e amadurecimento para boa parte dos personagens. E acho que um olho aberto nunca é demais ali dentro.

Gostei muito da história que Leigh criou e da forma que ela escolheu mostrar esse mundo novo para os leitores. Valeu muito a pena a leitura dos livros, Grisha é daquelas séries que te mantém presa do início ao fim e que mal permite que você vá comer ou dormir. Espero que em algum momento vocês possam dar uma vislumbrada dentro dessas páginas, se ainda não o tiverem feito, haha.

Me digam o que acharam desse novo marcador, sim? Beijos!

Comentários

  1. Oi Fê!
    Ai meu Deus, eu vou ficar louca com o tanto de livros que ainda tenho para ler desse jeito! Você não é a primeira que vejo falando bem de Grisha, e suspeito que não será a última. Entretanto, tenho que confessar que a sinopse, antes das resenhas, sempre me pareceu meio confusa, o que meio que diminuiu um pouco do meu ânimo para ler essa série... mas adorei seu "flash de opinião", hahaha, e ele já me animou novamente.
    Beijos,

    http://lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho que não serei a última, não, Rê, hahaha. Que bom que você se animou de novo em relação à série, leia os livros sim!
      Beijos!

      Excluir

Postar um comentário

Comente! Vou amar saber o que você achou do post ou do blog, e sugestões para melhorias também são bem-vindas!

Postagens mais visitadas