Flash de Opinião #2 - Ai, Meus Deuses!, Tera Lynn Childs


Minha paixão por mitologia nunca me permitiria não ler esse livro, então cá estou eu falando dele para vocês. A primeira vez que eu o peguei para ler não deu muito certo e acabei não passando nem do primeiro terço da história. Acho que naquele momento eu não estava com um humor muito bom, já que na segunda vez que me arrisquei a ler não só terminei a história como também a amei.

A vida de Phoebe Castro vira do avesso quando sua mãe anuncia que irá se casar com um estranho misterioso. Para completar, as duas terão que se mudar para o outro lado do mundo: a Grécia! Phoebe terá que dizer adeus ao sonho de cursar a mesma universidade que suas melhores amigas... Como se tudo isso não bastasse, ela ainda terá que frequentar uma escola superexclusiva na qual seu padrasto é o diretor. E os alunos são tudo, menos comuns —são descendentes dos deuses gregos e com direito a superpoderes! Se Phoebe achava o ensino médio difícil, ela já sabe que a vida ali vai ser um sofrimento de matar.

Quando a mãe de Phoebe  lhe apresenta Damien, seu futuro padrasto, e diz que dentro de um mês as duas se mudarão para a Grécia, a moça não fica nem um pouco feliz. Afinal, falta muito pouco para ela ter certeza de que é a ganhadora de uma bolsa de estudos na USC, a faculdade dos sonhos para onde suas duas melhores amigas também vão, graças às suas habilidades fantásticas na corrida.

Sem ter muita escolha, ela acaba indo para a minúscula ilha praticamente inacessível em que o padrasto mora e onde gerencia uma escola, na qual ela agora está inscrita. Só que Damien e a mãe de Phoebe escolheram revelar alguns segredos (bem importantes, por sinal) só quando ela já estivesse lá. Assim, dentro de um barco, a moça descobre que ele e todas as outras pessoas da ilha são descendentes dos deuses.

O fato de Phoebe ser um ser humano comum não angaria muita popularidade para ela dentro do colégio. Além disso, sua mais nova meia-irmã, Stella, a odeia e parece disposta a aprontar poucas e boas para atrapalhar sua vida na ilha. Apesar de tudo isso, a moça consegue fazer dois amigos verdadeiros ali dentro, Nicole e Troy. Phoebe também acaba se apaixonando por um rapaz cheio de controvérsias chamado Griffin, que parece ter algum tipo de história antiga e complicada com Nic.

O livro é lotado de humor e descobertas. Tera Childs fez um trabalho maravilhoso em Ai, Meus Deuses!. Esse é o primeiro livro da autora que li, mas pelo que pesquisei ela costuma escrever bastante sobre mitologia. Ai Meus Deuses! é o primeiro volume de uma trilogia, e a escritora tem mais seis séries lançadas no exterior. Para quem quiser visitar, aqui está o site dela - super fofo, por sinal.

Até mais, gente!

Comentários

  1. Oi Fê!
    Obrigada por compartilhar sua opinião, haha, porque me esclareceu que realmente, esse livro é um pouquinho chato no começo, mas que vale a pena depois. Digo isso porque, sempre quis lê-lo, mas todas as opiniões que lia sobre ele, divergiam.
    Também adoro mitologia, então acho que não terei problemas em gostar de Ai Meus Deuses! E vou visitar o site dela com certeza, obrigada pela dica ^-^
    Beijos,

    http://lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, moça!
      O livro vele a pena mesmo! Espero que você curta a história :)
      Visite o site, sim - eu achei super lindo e organizado!
      Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Comente! Vou amar saber o que você achou do post ou do blog, e sugestões para melhorias também são bem-vindas!

Postagens mais visitadas